rapport1

Rapport – O que é e como melhora a experiência de seu paciente?

Você já ouviu falar em rapport? Tem ideia de quanto ele pode ser útil na relação com o seu paciente?

Vamos lá: Rapport é um conceito da psicologia que significa uma técnica usada para criar uma ligação de sintonia e empatia com outra pessoa. A origem da palavra é francesa: rapporter, quer dizer trazer de volta.

Ele ocorre quando existe uma sensação de sincronização entre duas ou mais pessoas, porque elas se relacionam de forma agradável. Na teoria, o rapport inclui 3 componentes: Atenção mútua, positividade mútua e coordenação.

Os principais pilares das técnicas de Rapport são:

1 – Contato visual: Sempre olhe nos olhos do seu paciente;

2 – Expressão facial positiva: Não precisa necessariamente estar sempre sorrindo. Nem todo mundo tem este perfil. Mas evitar expressões de tensão, de stress, já é meio caminho andado;

3 – Postura corporal: Nunca fique muito curvado ou com os braços rígidos de mais;

4 – Equilíbrio emocional: Demonstre esta característica por meio de palavras, olhar, expressão e postura;

5 – Tom de voz: O ideal é que você fale na velocidade e no tom de voz mais próximos possíveis do seu paciente;

6 – Comunicação verbal: escolha bem as palavras que você vai usar;

7 – Comunicação não verbal: Preste atenção nos seus gestos, aja de maneira natural, não movimente os braços e o corpo de maneira espalhafatosa demais ou contida demais.

Outras dicas importantes: Sorria, seja otimista, chame seu paciente pelo nome e escute. Escutar talvez seja umas das principais dicas, ouvir de fato o que o outro tem a dizer. De nada adianta usar as outras técnicas se não escutar seu paciente e demonstrar empatia com ele.

Se você quer criar fidelização, uma boa dica e identificar algum assunto que seja de interesse dele(a), como um hobby, um estilo musical, um acontecimento familiar. Todos nós já tivemos uma conversa ótima com uma pessoa que acabamos de conhecer e gosta da nossa banda favorita, já viajou para o mesmo lugar ou tem um filho da mesma idade do nosso. Achar este interesse e falar um pouco dele durante as consultas faz o seu paciente se sentir bem mais confortável.

Como de fato você, profissional de saúde, pode utilizar essa técnica no seu dia a dia?

A melhor maneira de fazer com que seu paciente volte ao seu consultório, seja fiel a você, é construindo uma relação de confiança. Quando isso ocorre, é muito provável que ele indique novos pacientes para o seu consultório.

É bem importante entender que somente 7% de toda nossa comunicação é verbal. O restante é 93% não verbal.

Portanto é de suma importância que médicas(os) e secretárias(os), estejam sempre atentos a linguagem não verbal do paciente, ou seja, sempre de olho nos sinais do seu corpo: gestos, olhares etc.

É importante mencionar que em tempos como os que estamos vivendo agora, a empatia e a escuta ativa terão um grande valor. Passamos por um período longo de quarentena e isolamento social. A partir daí, as relações de confiança e apoio mútuo crescerão ainda mais em relevância.

Converse com nossa equipe e saiba mais, clicando aqui.

Escrito por Redação Medicinae. Descomplicamos a sua gestão financeira. 😀

Compartilhe nas redes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email