Design sem nome (10)

Que tal adotar uma metodologia usada por Google e Amazon em sua clínica ou consultório?

Você sabe o que Google, Linkedin, Amazon, Twitter e AirBNB têm em comum? Bem, muita coisa.

Uma delas é a utilização de uma metodologia de gestão denominada OKR (Objectives and Key Results). E este é o equivalente à lista de resoluções destas empresas, geralmente feita e atualizada trimestralmente. E a boa notícia é: você pode adotar esta mesma metodologia em sua clínica ou consultório, ela é bem simples.

Em tradução livre, OKR refere-se à “Objetivos e Resultados-Chave”. 

É uma metodologia de gestão focada em simplificar a definição e rastreamento dos objetivos e resultados-chave de uma empresa. Eles dão uma direção clara e parâmetros mensuráveis para a conquista dos resultados ideais. De modo simplificado, pode-se dizer que é um modo para definir metas sob a lógica: “Eu vou” (Objetivo) “medido por” (conjunto de resultados-chave).

Objetivos

Os objetivos são quase sempre qualitativos e aspiracionais e buscam responder às perguntas: “Por que estamos fazendo este trabalho? O que queremos alcançar?” Em 1999, a então novata Google, com pouco mais de 30 funcionários, tinha o seguinte objetivo: Organizar as informações do mundo e torná-las universalmente acessíveis e úteis.

Até que eles se saíram bem, não é?! Trazendo para a realidade dos prestadores de saúde, aqui vão alguns exemplos de objetivos:

  • Melhorar a sustentabilidade financeira da clínica em 2021
  • Superar os patamares pré-Covid a partir do segundo semestre de 2020
  • Ser uma referência em bom atendimento na minha especialidade
  • Aumentar a adoção de tecnologia para gestão da clínica
  • Gastar menos tempo com burocracia e focar mais nos atendimentos

Muitas vezes, os objetivos vêm acompanhados de um prazo, são temporais. Afinal, se você não define um prazo, está ok alcançá-lo no ano que vem ou daqui a 20 anos, certo?

Mas como sabemos se atingimos ou não estes objetivos?

Resultados-Chave

Os resultados-chave são os indicadores que você ou sua empresa devem alcançar para avaliar se cada objetivo está sendo atingido ou não. São, portanto, quantitativos.

Nas grandes empresas, cada departamento possui seus próprios OKRs, partindo da presidência e passando por cada área, que determina sua participação nos objetivos principais da organização. 

No exemplo de objetivo que mencionamos:
Objetivo: Melhorar a sustentabilidade financeira da clínica em 2021.
Resultados-chave: 1: Aumentar o faturamento em 20% | 2: Reduzir custos operacionais em 20% | 3: Aumentar o ticket médio em 20%

Em geral, são definidos 3 a 5 resultados-chave para cada objetivo, mas tenha a liberdade para escolher quantos atenderem bem ao seu caso. 
A Medicinae te ajuda a medir 11 indicadores financeiros de forma automática. Veja como clicando aqui.

A partir da definição de seus OKRs, a boa prática é reunir-se com sua equipe e debater a contribuição de cada um ou de cada área. A partir daí, são definidas suas metas, planos e ações.

Os objetivos-chave são definidos e revisados trimestralmente, enquanto as métricas são acompanhadas semana a semana. Se esta periodicidade não se encaixa na sua agenda, não tem problema. Definir objetivos semestralmente e mensurar resultados mensalmente já é um ótimo começo.

A partir de agora, suas listas de fim de ano tendem a ficar um pouco mais elaboradas, já que nada impede que a gente adote esta metodologia para nossa vida pessoal também, concorda? Aqui na Medicinae, a gente já definiu um dos objetivos principais:

Objetivo: Tomar a vacina para o Covid o quanto antes e poder abraçar todo mundo de novo.
Resultados-chave: 1: Ficar atento às notícias sobre a vacina | 2: Tomar a vacina assim que ela estiver disponível | 3: Voltar a fazer tudo o que a gente tanto gosta.

Saiba como a Medicinae transforma as Finanças de clínicas e profissionais de saúde.

Cuide-se bem!

Compartilhe nas redes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email