00-Videolaparoscopia

Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos – Orientações diante do quadro de pandemia

As especialidades cirúrgicas apresentaram um grande salto evolutivo na ultima década, principalmente pela disseminação dos procedimentos minimamente invasivos, tendo a Videolaparoscopia papel principal, e mais recentemente a Robótica. Os pacientes foram muito beneficiados, com cirurgias com maior apelo estético, menor tempo de afastamento das atividades profissionais e físicas, e mantendo critérios de segurança e tratamento adequado das doenças cirúrgicas.

Muitos profissionais realizam a quase totalidade de suas cirurgias por essa técnica, e diante do quadro de pandemia da COVID-19, a comunidade cirúrgica enfrenta o possível risco de contágio de profissionais envolvidos no ato operatório, gerando preocupações e dúvidas referentes a escolha da via de acesso mais adequada nesse momento. Certamente essa questão vai gerar impacto no movimento cirúrgico, e vai demandar uma serie de atitudes das equipes cirúrgicas e hospitais, para garantirem a segurança de todos e o retorno as cirurgias eletivas.

Com objetivo de orientar os cirurgiões, baseado em diversos protocolos publicados até o momento, o Colégio Brasileiro de Cirurgiões traz recomendações acerca deste assunto (DOI: 10.1590/0100-6991e-20202570). O objetivo desta nota técnica é, através de uma compilação de publicações e recomendações de Sociedades Científicas de Cirurgia de todo mundo, trazer orientações relativas ao acesso laparoscópico durante a pandemia por COVID-19.

Sugiro a leitura e a avaliação da implementação das medidas de segurança na pratica diária de todos no período pós pandemia. Uma estratégia pensada hoje, poderá abreviar o retorno as cirurgias eletivas.

Escrito por Dr. Dyego Benevenuto – Cirurgia Geral, Aparelho Digestivo, Videolaparoscopia e Robótica
TCBC, TCBCD, TSBCBM, TSobracil

Compartilhe nas redes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email